Lidando com a depressão através da fotografia

/ 0 Comentários

Fernando Cabral 03

Há uns meses atras entrei em contato com o Fernando Cabral, um blogueiro e youtuber que expôs algo tão intimo mas que muitas pessoas também passam ou já passaram por isso. Em seu canal e blog, o Fernando fala sobre depressão compartilhando sua história e através da fotografia ele encontrou uma forma de dar a volta por cima, em se motivar fazendo algo que tanto ama. Ele topou escrever um pouco sobre depressão aqui no blog, contando sua história até chegar a fotografia e também trás algumas dicas.

“Provavelmente você já deve ter visto algo relacionado a depressão na internet, um assunto tão importante mas que nem sempre é tratado da maneira correta. Pessoas que tem depressão começam a se isolar das outras ao seu redor por “n” motivos, as vezes causados pela baixa auto-estima, que nada mais é que a falta de vontade de fazer as coisas por não acreditar mais que aquilo aconteça. Vou citar isso em um exemplo meu de vida. Depois que minha mãe faleceu (quando eu tinha onze anos) eu comecei a me isolar das pessoas ao meu redor porque eu não acreditava mais que eu pudesse ser feliz ou que alguém pudesse “preencher” esse espaço que ficou aberto em meus sentimentos.

E isso é muito comum com pessoas que já são sozinhas por vida, são os famosos anti-sociais, na maioria das vezes são pessoas que não gostam de tanto contato com outras. Com a estima lá embaixo começamos ainda mais a desacreditar das coisas da vida, e ai que entra a depressão. Ao tentar nos afastar de toda essa bola de neve que acumulamos, nós começamos a nos sabotar, de varias maneiras. Eu por exemplo sei que a minha vida só ta começando, afinal só tenho 18 anos, mas muitas vezes a doença me fez acreditar que meu futuro não teria nada de bom, que seria apenas perca de tempo continuar vivendo e tentando encontrar um caminho que me fizesse voltar a sorrir.”

Fernando Cabral 02

“É um tanto confuso pra quem não vive essa realidade entender, mas vou te dar mais um exemplo sobre o assunto. E como se fossemos dois (eu1 e mais um eu2), eu1 quero fazer algo para sair dessa situação mas o meu outro eu2 tenta de todas as formas não deixar que isso aconteça, como um sombra que não larga do nosso pé. Acabamos acreditando e imaginando coisas que não existem mas que nos fazem acreditar que não há solução pra viver mais. Muitas vezes acabamos pensando que a morte seria a nossa unica solução pra tudo isso, já que não existiríamos mais. Claro que esse pensamento é totalmente errado e apenas criação da nossa cabeça, existem varias coisas que podemos fazer pra sair dessa barreira negativa. O que eu sempre faço é: Fazer tudo o que eu tenho vontade sem me preocupar se vão gostar ou não, claro que são coisas boas!”

Fernando Cabral 01

“O meu conselho final pra você que sofre desses dois problemas seria: Primeiro tente entender o seu estado atual, procure ver os motivos que te levaram a esse resultado. Procure também coisas que te façam querer viver, pode ser um(x) cantor(x) ou algo mais real, como historias de vida piores que a sua. É sempre bom vermos que não somos os únicos nessa situação e que existem pessoas que estão bem piores mas que mesmo assim continuam lutando e acreditando. Também te digo pra buscar ajuda medica, é sempre bom conversar com alguém que já entende bem do assunto e que pode te ajudar bem mais nesse momento. Por fim eu te digo: “Não se deixe levar por aquilo que não te faz bem, se a dor incomoda faça-a parar de doer. Você quem decide aquilo que entra na sua vida e aquilo que deve sair.”.

Corra atras da sua motivação, não deixe de acreditar na vida só porque você esta em um momento não tão legal, nem sempre a vida é feliz, estamos em uma montanha russa, altos e baixos. Busque atividades que você gosta, como no meu caso a fotografia. Sempre me expresso através dela e me ajuda bastante. Caso você queira entender mais sobre o assunto ou precisa de alguém para te ouvir, passa lá no meu canal que eu tenho alguns videos falando sobre isso e estou sempre disponível para ouvir. Espero ter ajudado você!”

10 embalagens super criativas

/ 0 Comentários

Embalagem criativa

Sou do tipo de pessoa que escolhe o produto pela embalagem, ou fica admirada com uma caixinha de chiclete por ter um desenho super legal. Desde pequena sempre fui assim, ainda mais agora que estou cursando design gráfico, estou cada vez mais atenta aos detalhes de cada embalagem e cada vez mais fascinada com a minha profissão.

Fico viajando no Pinterest (me segue lá) vendo inspirações de design, e sempre encontro algumas embalagens super criativas. Selecionei 10 imagens que você amante de design e criatividade vai pirar!

10 embalagens criativas - stephanie com ph

Me conta nos comentários qual dessas embalagens você mais gostou e se já viu ou tem guardado alguma embalagem super criativa! Sou dessas que guarda etiquetas e copos de café ??

Look com ph – Meu Adidas colorido

/ 0 Comentários

Stephanie com ph 05

Eu não mohi, é serio 🙁

Enrolei muitooo para postar esse look, mas vida de universitário, que quer gravar vídeos, é perfeccionista e estagiário, não é fácil MESMO. Mas o que importa é que estamos aqui reunidos para apreciar esse tênis maravilindo e esse look que esta virando uniforme.

Estou mohendo nesse tênis da Adidas, que vocês podem encontrar em uma das lojas mais tops, a loja Verse, onde vendem tênis e acessórios das maiores e melhores marcas do mundo. Fico navegando por horas pela loja, vendo todos os modelos e acompanhando todas as coleções, principalmente os produtos da Nike e Adidas, minhas marcas do ❤ Vocês precisam conhecer os Nike Air Max e todos os modelos da Adidas ? ❤ sonho de consumo!! A loja tem uma pegada urban lifestyle que esta super na moda!

As outras peças foram achados da Marisa, que amo muito!

Adidas Loja Verse

verse

Stephanie com ph pulando

Stephanie com ph 01

1- Marisa 2- Marisa 3- Marisa 4- Verse

Adidas Loja Verse 02

Stephanie com ph 06

Quem clicou as fotos, foi nada mais, nada menos que nossa rainha Michele Carvalho!

Michele

Stephanie com ph 03

Eai, o que acharam do look e fotos?

Lookbook #1

/ 0 Comentários

look do dia stephanie com ph

Olha elaaaa!!!! Voltando com tudo com o canal, com vídeos toda sextinha, pra entrar no clima do final de semana! Amo/Sou! Nesse post vou compartilhar algumas fotos babadeiras feitas pela @michelecarvalhofotografia ??

Pra você que esta boiando e não sabe o que seria o “LookBook” (nome provisório para o quadro até então), por amar ser fotografada, posar e usar looks babadeiros, a categoria “look do dia” sempre foi a minha predileta, então para dar uma incrementada, transformei os posts de look do dia em vídeo!! Além de mostrar fotos do look, estarei comentando sobre as peças, com valores e lojas ? demais né?

Ainda estou trabalhando em uma edição legal, encaixando algumas coisas em seu devido lugar (ser perfeccionista é uma boxta). Enfim, se você quer entender melhor, assista o vídeo abaixo:

Siiim, fiz fotos no supermercado!! Já falei sobre essa “tendência” aqui no blog com algumas inspirações! Paguei mico? Talvez, um pouco haha, mas deu tudo certo no final e ficou bem legal o resultado. Quer ver mais fotos dos looks? Para o post não ficar longo, dividi os looks em postagens.

Clique em um dos looks a baixo para ver mais fotos:

scph scph01

Não esqueça de comentar ai em baixo o que acharam do vídeo, de ir lá no canal, se inscrever, curtir e comentar por lá!!

Desconstruindo-se com RuPaul’s Drag Race

/ 0 Comentários

RuPaul's Drag Race 05

Se vocês ficam ligados na internet ou acessam as redes sociais com certa frequência, provavelmente já devem ter lido alguma coisa por lá sobre o programa da apresentadora e cantora RuPaul. Ele dá visibilidade à cultura Drag e entretém pessoas que fazem parte da comunidade LGBT ou não, trazendo informações valiosas, desconstruindo nossos preconceitos de forma bem humorada e divertida. Tem quem critique, mas a maioria aplaude de pé e aprova o reality show estadunidense, que é exibido semanalmente na emissora Logo TV! Cinco temporadas foram disponibilizadas pelo Netflix e o canal Multishow exibe a 7º com exclusividade; espero que assistam e fiquem por dentro de tudo, mas não estou aqui para falar apenas sobre esse aspecto da corrida.

RuPaul's Drag Race 02

Prefiro apontar outro lado, pouco explorado pelos telespectadores e que deveria ganhar mais atenção: Desconstrução. Todos nós temos/já tivemos certos preconceitos e isso é natural desde que reconheçamos eles. Quando comecei a assistir, confesso que era extremamente transfóbico (Mesmo gay assumido), reprimia afeminados, espalhava para os quatro cantos do mundo que deveríamos ser mais discretos e masculinos, já que somos biologicamente homens e ninguém deveria ver duas pessoas do mesmo sexo se beijando etc. Praticamente um animal de estimação domesticado por opressores (Sejam eles heterossexuais ou não, já que muitos membros da comunidade LGBT dizem não identificar-se com o movimento, adotando uma conduta regrada e tradicionalista). “If you don’t love yourself, how in the hell are you gonna love anybody else?” Sempre fui diferente, o que é normal, mas demorei séculos para entender que não havia erro em mim; não há nada mais desgastante que mentir para si mesmo e tentar ser outro alguém a fim de agradar, parecer, estar. Não aproveitei a fase adolescente porque me via como uma aberração, não conseguia criar vínculos; fui reprovado por não ir à escola. Conheci o inferno através de piadas, xingamentos e olhares maldosos. Hoje, já tendo atingido a maioridade, consigo olhar para o passado e agradecer por tudo ter mudado tanto.

RuPaul's Drag Race 01

RuPaul's Drag Race 03

RuPaul’s foi essencial para que eu entendesse/aceitasse outras cores do arco-íris. O mundo seria tão chato se nós fôssemos iguais, não haveria graça e enjoaríamos uns dos outros. Cada episódio traz novas histórias e experiências particulares das Queens; do bullyng á não aceitação familiar, da agressão física á moral. Rio, choro, torço e participo dos desafios mentalmente, mas a mensagem nunca foi tão tão simples: Orientação sexual são apenas duas palavras quando comparadas ao que há por detrás; nós só queremos amar. Será que é pedir demais? Eu não tenho o hábito de julgar a maioria das pessoas pela perspectiva errada, já que é natural quando sabe-se pouco sobre algo, mas todas as letras da sigla LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais, transexuais etc.) sofrem desde sempre. A arte Drag deve ser respeitada e aplaudida constantemente porque funciona como uma estação do que somos. Can i get an amen? O meu recado para os homofóbicos e afins é:  Go back to party city where you belong!

RuPaul's Drag Race 04

Não me saí muito bem e tive que fazer um  “Lip synch for your life”, chegou a hora de “Sashay Away”. Mas, e vocês? Já assistem o reality? O que estão achando da season 8?